Marca chinesa de automóveis chega a Portugal

A Maxus será representada em Portugal pelo grupo Bergé Auto, que é o importador no país da Mitsubishi, Kia, Fuso e Isuzu. A estreia no mercado português está prevista para abril.

A marca chinesa Maxus, especializada em veículos MPV, SUV, pick-ups e veículos comerciais, vai entrar no mercado português, num investimento do Grupo Bergé Auto, um dos maiores distribuidores automóveis da Europa e da América Latina, que assim alarga as suas operações em Portugal, onde já assegura a presença da Fuso, Isuzu, Kia e Mitsubishi.

A Maxus, herdeira do património histórico da LDV – Leyland DAF Vans, está integrada no universo da SAIC Motor Corporation, maior construtor automóvel da China e o sexto maior a nível mundial. Com um modelo vertical de negócio, que abrange desde a pesquisa e desenvolvimento até ao produto final, a SAIC Motor conta com mais de 215 mil colaboradores, 10 unidades de produção e centros de desenvolvimento espalhados pela Europa e Ásia.

A chegada da Maxus ao mercado nacional está agendada para o segundo trimestre deste ano, com uma gama centrada em comerciais ligeiros e usufruindo da capacidade instalada do Grupo Bergé Auto em Portugal, nomeadamente ao nível comercial e de após-venda.

De acordo com Francisco Geraldes, administrador da Bergé Auto em Portugal, “a chegada da Maxus representa um importante reforço da aposta da Bergé no nosso país, onde já detém uma presença robusta com quatro marcas e respetivas redes de comercialização e assistência, acumulando um importante capital de experiência no setor”. 

Considera, ainda, que existe aqui uma combinação de valores que será vantajosa para ambas as partes: “A experiência do Grupo Bergé Auto e a dimensão da SAIC Motor constituem um enquadramento ideal para a afirmação da Maxus em Portugal”. 

Em abril de 2020, juntamente com o lançamento de dois novos modelos, a SAIC Motor procedeu ao ‘rebranding’ da marca LDV, mantendo o seu ADN, mas adotando um conjunto de novas tecnologias centrais com vista ao fornecimento de mais opções de mercado, mais qualidade e melhor experiência de condução. A designação escolhida foi Maxus, palavra que na língua inglesa se decompõe em dois significados: Max (Ilimitado ou vasto) e US (nós, todos os utilizadores).

SAIC Motor apostada na expansão

A capacidade da SAIC Motor e a sua política continuada de investimentos têm valido a este grupo uma posição de destaque, tanto no mercado como a nível financeiro. Na lista ‘Fortune Global 500’, a SAIC Motor surge atualmente no sétimo lugar entre os fabricantes mundiais automóveis. Em 2019, o fabricante atingiu um valor de vendas superior a seis milhões de unidades vendidas em todo o mundo, entre ligeiros de passageiros e comerciais ligeiros (VCL).

Entre as várias operações da SAIC Motor ao longo das últimas décadas, destacam-se joint-ventures com marcas como a Volkswagen, Audi, General Motors, Iveco, e ainda parcerias consolidadas com reconhecidos fabricantes de peças e componentes.

Recorde-se que a SAIC Motor adquiriu a LDV (Leyland DAF Vans) em 2009, tendo começado a partir daí uma nova estratégia para esta companhia britânica de comerciais ligeiros com mais de 120 anos de história. O primeiro modelo de nova geração foi o furgão V80, lançado na China em 2011 (e noutros 40 países subsequentemente).

Partilhar artigo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Relacionados

Agenda

No event found!
Outros Artigos