Associação de Turismo Chinês pretende atingir em 2025 um milhão de turistas chineses em Portugal 

A Associação de Turismo Chinês em Portugal garante que apesar da pandemia vai  continuar a batalhar no objetivo de "atingir um milhão de turistas chineses em 2025"  em Portugal. 
Turista Chinês

O presidente da Associação de Turismo Chinês em Portugal (ACTEP), Yong Liang,  garantiu esta quinta-feira que vai continuar a trabalhar para o objetivo de atingir, em  2025, um milhão de turistas chineses em Portugal, apesar da pandemia de Covid-19.

Em comunicado, a associação conta que esteve esta quinta-feira reunida com a  secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, para apresentação dos planos da  ACTEP para o negócio turístico entre os dois países, tendo Yong Liang manifestado a  intenção de manter o objetivo que foi traçado no arranque da associação, em 2019.

“Aquando do lançamento da ACTEP falávamos em atingir um milhão de turistas  chineses em 2025. Com a pandemia, talvez demoremos um pouco mais, mas continuaremos a trabalhar  para esse primeiro objetivo, bem como para dar resposta ao desafio que nos foi  apresentado de aumentar a estada média dos turistas chineses em Portugal”, afirma  Yong Liang.

Entre os planos apresentados à secretaria de Estado, a associação destaca a  apresentação do pavilhão da ACTEP na Expo Yangzhou 2021, que decorrerá de abril a  setembro, uma área de 1.240 metros quadrados dedicados à promoção de Portugal e  de produtos portugueses na China, evento para o qual Yong Liang convidou a  secretária de Estado do Turismo.

“Estou muito contente por ter reunido com a secretária de Estado e a sua equipa, em  particular por celebrarmos o ano novo chinês, o ano do boi, muito auspicioso para  um início de relacionamento”, sublinhou o presidente da ACTEP.

“Partilhamos os mesmos objetivos de trazer mais turistas chineses a Portugal, estamos  alinhados na forma de o fazer, este foi um primeiro passo muito importante”,  considerou Yong Liang.

A ACTEP foi fundada em fevereiro de 2019 e, segundo a informação divulgada, a  associação tem vindo a desenvolver, ao longo do período da pandemia de Covid-19,  um conjunto de ações de solidariedade com Portugal, sob a forma de doações de  equipamentos de segurança anti-Covid-19 a vários municípios e instituições.

Partilhar artigo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Relacionados

Agenda

No event found!
Outros Artigos